Follow by Email

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

A morte não é o fim


Uma Senhora de 80 anos, membro fiel de nossa congregação, tinha sido submetida a uma cirurgia para a retirada de um tumor. Embora o tumor fosse maligno, ela estava em casa se recuperando bem. Quando telefonei para ver se poderia visitá-la, ela estava esperando para ser levada até o hospital para a radioterapia. Só havia tempo para algumas palavras, uma leitura bíblica e uma oração. Fui mesmo assim. Quando eu estava partindo, ela me parou à porta. Com um sorriso no rosto e um brilho nos olhos, ela disse: "Não estou pedindo a Deus para me curar, estou pronta para ir. Quando esta hora chegar, não vou morrer; vou viver!" "Morrendo o homem, porventura tornará a viver?" (Jó 14.14) Minha amiga, encarando a morte tinha uma resposta. Ela cria nas palavras de Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá." (João 11. 25,26). Para ela a morte não é um ponto final que representa o fim da vida; é um ponto-e-vírgula que separa duas partes dela. Se temos Jesus como nosso único Salvador, a morte é a porta para a vida eterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário