Follow by Email

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Alcançando a prosperidade de DEUS



Posted: 10 Oct 2011 05:27 AM PDT
“E, olhando ele, viu os ricos lançarem as suas ofertas na arca do tesouro; E viu também uma pobre viúva lançar ali duas pequenas moedas; E disse: Em verdade vos digo que lançou mais do que todos, esta pobre viúva; Porque todos aqueles deitaram para as ofertas de Deus do que lhes sobeja; mas esta, da sua pobreza, deitou todo o sustento que tinha.” (Lc 21.1-4)

Introdução:

Em João 10.10 Jesus nos afirma: “O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” A vida abundante prometida pelo Senhor Jesus, vai além daquilo que os olhos podem ver. Ao proferir tais palavras, Cristo estava trazendo à luz valores que só podem ser vividos por aqueles que o aceitam como único Senhor e Salvador de suas vidas. São esses que vivem a prosperidade plena de Deus e marcam a sua geração com a glória do Senhor. Esse grande milagre foi vivenciado por essa viúva. Ela não era possuidora de grandes somas de bens materiais, mas, vivia na plenitude da prosperidade de Deus. Seu estilo simples e de Fé tocou o coração do Senhor Jesus de forma profunda. A adoração dessa mulher foi o resultado de tudo o que ela já estava vivendo em Cristo. À luz dessa maravilhosa história, estaremos considerando os valores que devem ser vividos por aqueles que almejam alcançar a prosperidade de Deus em suas vidas.

Alcanço a prosperidade quando...

I – Deus tem o controle pleno da minha vida

Essa mulher só ofertou ao Senhor todo o sustento que tinha, porque toda a sua vida estava nas mãos de Deus. O controle total era do Senhor, razão pela qual ela o adorou dessa forma. Qualquer um de nós no lugar dela e diante de tal contexto enfrentaria uma série de questionamentos, que nos impediriam de realizar um ato como esse. Contudo, ela sabia que tudo o que possuía e todo o seu ser pertenciam ao Senhor. Ela ofertou porque confiou plenamente sua vida e decisões nas mãos do todo poderoso que reinava por completo em seu coração. Pergunto a você: Deus tem estado no controle de sua vida? Suas decisões são pautadas na dependência e vontade do Senhor? Nossa caminhada para ser vivida na prosperidade de Deus, necessita começar com a dependência e entrega total de nossas vidas nas mãos de Cristo. Esse é o caminho para a vitória.

II – Somos fiéis ao Senhor

Somente aqueles que são fieis, conseguem adorar da forma como essa mulher adorou. A atitude manifestada por ela revela claramente que ela era fiel a Deus. Nossa adoração, louvor, ministrações, ofertas e outros que são tão comuns nos momentos de culto ao Senhor, devem ser resultados de uma vida que se encontra diante de Deus numa postura de fidelidade. Foi assim que Cristo viu essa mulher e é dessa forma que Ele que nos ver. Nossos atos, decisões, toda a nossa vida precisa ser passada pelo crivo da fidelidade que Deus requer de seus filhos. É sendo fieis que tocaremos o coração de Deus, é dessa forma que seremos encontrados diante Dele como verdadeiros adoradores que o adoram em espírito e em verdade.

III – Adoramos independente das circunstâncias

No texto lemos que essa mulher ofertou duas moedas. Jesus afirma que ela havia dado todo o seu sustento que tinha. Eu não sei quais eram as reais necessidades dessa mulher. Mas tenho certeza de que as duas moedas não resolveriam o problema dela. Penso que ela estava passando por grandes problemas financeiros e o único sustento que tinha eram as duas moedas. As circunstâncias eram contrárias, a tempestade estava assolando a vida dessa mulher; contudo, ela conseguiu adorar independente das circunstâncias. Como você tem reagido quando o vento está contrário? Que palavras saem da sua boca quando o problema bate à sua porta? O verdadeiro adorador não vive pautado nas circunstâncias, mas adora ao Senhor mesmo nas dificuldades, pois não adora pelo que Deus pode lhe dar, mas pelo que Deus é em sua vida. Isso é prosperidade! É estar no centro da vontade do Senhor.

IV - Realizamos algo extraordinário para Deus

Essa mulher realizou algo extraordinário para Deus. Ao invés de olhar para as dificuldades e problemas, ela conseguiu ver apenas Deus! Ela por certo deve ter pensado: apesar de ter apenas duas moedas, o meu Deus merece o meu melhor! Ele merece que eu saia da normalidade e faça algo que alegre o seu coração. Ela deu tudo! Isso foi extraordinário! Infelizmente no contexto da Igreja, apenas aquilo que é normal é que o tem sido feito. É emergente que se levantem vidas que estejam prontas para fazerem coisas extraordinárias para Deus. Você está disposto a isso? Ouvir alguém que necessita conversar em meio ao grande ativismo que vivemos é fazer algo extraordinário. Atravessar uma velhinha na rua, quando a mesma está perdida e sem saber como o fazer é algo extraordinário. Abraçar alguém num momento difícil, escrever uma carta para um missionário, ir além do dízimo e ofertas sabendo que Deus tem propósitos é fazer algo extraordinário. Atitudes assim tocam o coração do Pai. E quando tocamos o coração do Senhor com nossa adoração, Ele nos responde favoravelmente. Ele manifesta a Sua glória em nossas vidas.

V – Cremos no Deus da provisão

Ela só tinha duas moedas e as deu como oferta ao Senhor. Ela deu tudo! Ela entregou ali no altar do Senhor a sua própria vida. Ao fazer dessa forma ela estava sem palavras dizendo para Deus: “Pai entrego a ti todo o meu sustento, porque creio em tua provisão” – Ela tinha convicção plena que Deus iria supri-la em todas as suas necessidades. Como crentes em Cristo, precisamos crer em Sua provisão. Cremos quando nossa Fé é colocada à prova, pois são nos momentos difíceis que Deus quer ver o nosso coração. Ofertar quando tudo está bem, quando a conta bancária está no azul, quando não há enfermidades é fácil. A questão é como nos reagimos diante de Deus nos momentos de lutas e conflitos. São nessas horas que precisamos ter fé e crer no Deus da provisão. Ele é Fiel suprirá todas as nossas necessidades em glórias através de Cristo Jesus. (Fl 4.19)

Conclusão:

Fico a pensar na história dessa mulher após esse momento de adoração. Não creio que tenha continuado do mesmo jeito. Entendo que Deus se revelou a ela favoravelmente. Acredito que Deus mudou a história dessa mulher. Creio também que Deus o fez não porque ela deu duas moedas, mas, porque antes de entregá-las no altar, essa viúva já era próspera. Ela já estava no centro da vontade do Senhor; razão pela qual, tal atitude foi vivenciada. A prosperidade de Deus acontece primeiro dentro de nós. É lá no íntimo do seu coração que Deus quer realizar grandes milagres. Isso só é possível quando tomamos a atitude de entrega total ao Senhor. Quando assim o fazemos Deus encontra em nós adoradores que o adoram em espírito e em verdade. O resultado é visto então através de manifestações práticas de adoração que irão tocar o coração de Deus e redundar em respostas e milagres na vida dos adoradores. Que Deus o abençoe rica e abundantemente levando o a uma vida de real prosperidade.


Pr. Waldyr Silva do Carmo

IGREJA CASA DE ORAÇÃO CEHAB
http://casadeoracaocehab.blogspot.com
prwaldyrcarmo@yahoo
.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário